Blefaroplastia (Cirurgia das PÁlpebras)

A partir da terceira década de vida, surgem os primeiros sinais do envelhecimento na região dos olhos, o que dá ao rosto uma aparência mais envelhecida, triste e cansada devido ao aumento da flacidez e das bolsas de gordura.

A cirurgia plástica realizada para a correção das pálpebras é chamada de blefaroplastia. È indicada para corrigir o excesso de pele, bolsas de gordura e rugas finas tanto nas pálpebras superiores como nas inferiores. A cirurgia, além de trazer beneficio estético, possui um caráter funcional nos casos em que a pele das pálpebras superiores diminui o campo visual.

A cirurgia das pálpebras é realizada através de incisões localizadas nas linhas naturais das pálpebras: nas dobras das pálpebras superiores e logo abaixo dos cílios, nas pálpebras inferiores.

A região das pálpebras apresenta boa cicatrização e as cicatrizes tendem a se tornarem imperceptíveis após alguns meses.
Com a cirurgia, o rosto se apresentará rejuvenescido, sem a sensação de peso e cansaço das pálpebras e com um aspecto mais suave.

Contraindicações: A cirurgia não poderá ser realizada se o paciente estiver com suspeita de gripe, mal estar ou algum tipo de infecção; faça uso de algum tipo de anticoagulante como ácido acetilsalicílico (AAS) que deverá ser suspenso pelo menos 7-10 dias antes da cirurgia. Se for fumante, cortar o consumo de cigarros duas semanas antes da blefaroplastia; não ingerir bebida alcoólica próximo à data da cirurgia.
Complicações: São raras, mas as mais comuns são aberturas de pontos, infecções, hematomas, alterações na cicatrização e problemas com anestésicos.
Anestesia: local ou local com sedação.
Duração da cirurgia: entre uma e duas horas.

Tempo de internação: entre 12 e 24 horas.
Pré-operatório: realização de exames laboratoriais e suspensão do uso de medicamentos como, por exemplo, anticoagulantes.
Pós-operatório: curativo com gase umedecida em soro fisiológico várias vezes ao dia na faze inicial do pós-operatório. Nos primeiros meses é preciso evitar a exposição ao sol e usar sempre óculos escuros.

Tempo de recuperação: entre 7 e 15 dias.