Cirurgia do Queixo (Mentoplastia)

Também conhecida como mentoplastia, é um procedimento cirúrgico para remodelar o queixo utilizando-se implantes (aumento) ou o próprio osso, por intermédio de fraturas que podem avançar ou recuar o mento. Muitas vezes, o cirurgião plástico pode recomendar a cirurgia do queixo juntamente com a cirurgia do nariz, de modo a atingir proporções faciais equilibradas − isto porque o tamanho do queixo pode aumentar ou diminuir o tamanho percebido do nariz.

O queixo constitui um dos principais pontos de referência no estudo estético da face. O queixo ideal deverá observar um posicionamento dentro de certos limites estéticos, fazendo um conjunto harmônico juntamente com outros setores como o nariz, olhos, boca, etc. Esta cirurgia ajuda a proporcionar equilíbrio harmonioso de suas características faciais para que se sinta melhor com a sua aparência.

A cicatriz fica localizada no sulco gengival, porção interna da boca, sendo que após regeneração da mucosa ela se torna quase imperceptível. Não há necessidade de retirada de pontos, pois estes são com fios absorvíveis.

Complicações: os riscos são mínimos e as complicações raras. O mais comum são os inchaços e as manchas roxas e equimoses

Anestesia: a anestesia pode ser local, com ou sem sedação, ou anestesia geral.
Duração da cirurgia: de 1 a 2 horas, dependendo do caso.
Tempo de internação: entre 12 e 24 horas.
Pré-operatório: realização de exames laboratoriais e suspensão do uso de medicamentos como, por exemplo, anticoagulantes.

Pós-operatório: a dor é leve e de fácil controle com uso de analgésicos; repouso de 3 a 5 dias.